Você certamente já escutou por aí alguma vez que a internet está fazendo as pessoas “lerem menos” ou até mesmo que “a tecnologia vai acabar com os livros”. Nunca estiveram tão errados! Na verdade, é bem o contrário: a internet funciona como um meio facilitador da circulação e compartilhamento de livros. Prova disso são os e-books, que são literalmente livros eletrônicos. Para sua apreciação, dispositivos exclusivos foram desenvolvidos, os chamados e-readers. O mais famoso é o Kindle, da Amazon. Para que você conheça um pouco mais desse gadget, listamos 5 livros para você viajar no Kindle. Vamos lá?

Vantagens do Kindle

Antes de tudo, vamos conhecer alguns benefícios de se utilizar um Kindle. Depois de ler isto, com certeza você vai ver o assunto de outra perspectiva.

  • O Kindle não machuca e nem cansa a vista.
  • O Kindle não reflete luz, o que permite que você leia em ambientes muito claros, como em uma praia.
  • Você não será distraído com notificações e alertas, proporcionando uma maior concentração.
  • Você pode baixar muitos livros no dispositivo, e na hora de levar com você, não ocupará muito espaço.
  • A bateria de um Kindle pode durar até cerca de um mês.

Agora que apresentamos alguns motivos para você considerar um Kindle, vamos às indicações?

5 – Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente – Grupo TCD

Nossa primeira indicação é brasileiríssima e vem direto das redes sociais! Como uma maneira de confrontar o suposto vazio do imediatismo da internet, o grupo TCD criou páginas no Facebook e Instagram que publicavam somente textos curtos e impactantes. O estilo criou fama e, em 2017, o TCD lançou o livro Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente. Escrito por Gabriela Barreira e Igor Pires e com ilustrações de Anália Moraes, o livro possui uma estética encantadora e linguagem dinâmica. Impossível você não se identificar com ao menos um texto dele. Você pode compra-lo clicando aqui.

4 – A internet das coisas – Eduardo Magrani

Doutor e Mestre em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Eduardo Magrani é um renomado autor da área de Direito e Tecnologia e Propriedade Intelectual. No ano passado, lançou o livro A internet das coisas, em que discorre sobre o impacto social que a IoT pode gerar em países (principalmente) subdesenvolvidos. O livro não é muito longo (cerca de 200 páginas) e é uma boa leitura para compreender as relações entre sociedade e tecnologia, um debate importantíssimo uma vez que cada dia que passa as duas coisas se cruzam mais ainda. Clique aqui e compre agora.

3 – A sutil arte de ligar o f*da-se – Mark Manson

“Quer saber? Não se encontre. Nunca conheça quem você é. Porque é isso que faz você se empenhar e viver em estado de constante descoberta.” Só por esse trecho retirado de A sutil arte de ligar o f*da-se, do estadunidense Mark Manson, já dá para identificar a pegada do título. Com uma linguagem ríspida e sincera, a obra encantou leitores no mundo todo. Não é à toa que – de acordo com o site PublishNews – fechou o mês de março como livro mais vendido no mundo. Se você tem interesse em olhar de uma nova maneira para seus problemas, compre agora o e-book e desfrute em seu Kindle.

2 – Hibisco roxo – Chimamanda Ngoz Adichie

Conforto, luxo, empregados e poder. Essa é a realidade em que vive Kambili – uma adolescente nigeriana – em Hibisco Roxo. Escrito pela renomada autora nigeriana Chimamanda Ngoz Adichie, o livro traz uma perspectiva muito diferente da ideia que o senso comum ocidental tem de uma família africana. A história gira em torno da casa comandada por Eugene, um poderoso capitalista convertido ao catolicismo que renega suas crenças nativas. Kambili, filha do empresários e narradora da trama, enfrenta um choque de realidade quando vai – junto a seu irmão Jaja – passar alguns dias na casa de uma tia, mãe solteira de três filhos e muito mais pobre do que a jovem. O livro teve sua primeira publicação em 2003 e é uma das obras-primas de Chimamanda. A maneira fluída como a escritora conduz o leitor, a linguagem coloquial e a força de uma ficção misturada com autobiografia colocam Hibisco Roxo no segundo lugar da nossa lista. Se você está procurando uma aventura emocionante e diferente de tudo o que está acostumado, compre agora a versão e-book.

1 – Minha história – Michelle Obama

Desde as aulas de piano com sua tia, Michelle Obama já mostrava a voz que tinha, e que seria escutada por todos e todas. Em Minha história ela consegue ir muito além disso. Ao longo das mais de 500 páginas a advogada e ativista apresenta ao leitor um lado muito diferente do que estamos acostumados. A menina negra que saiu de South Side, em Chicago, e se formou em direito em Harvard para conquistar o mundo tem muito a contar. Com 3,4 millhões de cópias, “Minha História” foi o livro mais vendido nos Estados Unidos em 2018 e conquista, com merecimento, o primeiro lugar da nossa lista. Não perca tempo! Compre agora o seu.

Dava para ficar aqui listando centenas e centenas de obras para você baixar no seu Kindle. Mas a lista nunca encerraria, já que são tantas opções maravilhosas. Então a gente só vai deixar você com o gostinho de quero mais. O custo benefício (tanto do Kindle quanto dos e-books) vale muito a pena na hora de colocar no papel. Não deixe de ir atrás dos seus títulos favoritos e conhecer novas histórias por aí. Boa leitura!