origem do arroba

O símbolo @ (arroba) é beeeem velhinho, com origem lá na Idade Média. Os copistas, que eram as pessoas que escreviam os livros à mão, desenvolveram alguns símbolos para simplificar o seu trabalho, sendo alguns desses símbolos bastante conhecidos e usados por nós atualmente: o e comercial (&), o til (~) e o arroba (@), que é o nosso queridinho de hoje.

O arroba foi criado com o objetivo de substituir a preposição latina “ad”, que significa “casa de”. Mais tarde, no século XV, com o surgimento da imprensa, o arroba continuou sendo usado na área de contabilidade, entre números referentes a quantidade de mercadoria ou ao preço. Por exemplo: 10@£2, significa 10 unidades de um produto por 2 libras cada.

Como o arroba é usado atualmente

Hoje em dia o símbolo é usado para indicar um endereço eletrônico e sua localização. Começou a ser usado para este fim a partir de 1971, quando Ray Tomlinson desenvolveu o primeiro programa de correio eletrônico, o famoso e-mail. Com isso, passamos a utilizar o arroba da seguinte forma: fulanodetal@mail.com

Com o avanço da tecnologia e as redes sociais ficando cada vez mais populares entre os usuários de internet, também começamos a usar o arroba de outras formas: quando queremos nos referir a alguém no Instagram e no Twitter, por exemplo, o símbolo do arroba vem antes do nome de usuário da pessoa: @fulanodetal.

Enquanto aqui no Brasil conhecemos esse símbolo (@) como arroba, em outros países ele é conhecido por outro nome: em holandês “apestaart” (rabo de macaco), em italiano é “chiocciola” (caracol) e em sueco “snabel” (tromba de elefante). Curioso, não?!