Bullying na internet

O bullying é um assunto que precisa ser debatido, tendo em vista o aumento de casos desse tipo de agressão nas escolas e na sociedade em geral. Para ajudar a reduzir e a prevenir o bullying na internet, ambiente virtual que é a nossa especialidade, estamos junto com o Instituto Abrace Programas Preventivos participando do projeto Internet Sem Bullying.

#InternetSemBullying

A iniciativa dá nome a uma série especial de cinco conteúdos sobre cyberbullying, que você poderá acompanhar aqui no Blog Conecta mensalmente. Pronto para saber mais ou até mesmo se atualizar sobre o tema? Então, vamos lá!

Antes de tudo, o que é cyberbullying?

É a prática do bullying no ambiente virtual: difamar, incitar a violência, adulterar fotos e dados de outras pessoas e que resultem em sofrimento. O cyberbullying pode ser identificado quando um conjunto de danos intencionais e repetitivos são realizados através de plataformas digitais como celulares e computadores.

Quais são as formas de cyberbullying?

As formas de cyberbullying são: intimidação, personificação, isolamento ou exclusão, humilhação e divulgação de informações. Todas elas causam sofrimento por parte da vítima e podem levar até mesmo a outros problemas maiores, se não resolvidas, como a violência contra os outros e até mesmo contra si mesmo.

Confira 5 assuntos que você vai encontrar na série especial Internet Sem Bullying

1. Internet Sem Bullying: por que precisamos falar sobre o cyberbullying no Brasil

2. Cyberbullying: 5 dicas de prevenção para você e sua família

3. Conheça os fatores que propiciam a prática do cyberbullying

4. Como identificar uma possível vítima de bullying na internet?

5. “Estou sofrendo bullying na internet, e agora?”

O que você encontra no próximo conteúdo

No próximo conteúdo, vamos falar sobre o projeto Internet Sem Bullying. A iniciativa vai até as escolas estaduais do Paraná para conscientizar alunos e familiares sobre o uso seguro da rede virtual. Também vamos mostrar dados sobre a prática do bullying e do cyberbullying no Brasil.

Continue junto com a gente por uma #InternetSemBullying!