Imagine a seguinte cena: você vê um animal abandonado, na correria do dia a dia, e gostaria de ajudá-lo. No final das contas, infelizmente não consegue fazer nada por ele porque vai se atrasar para chegar ao trabalho ou a outro compromisso. E no decorrer do dia você fica se culpando por não ter ajudado aquele bichinho…

Já passou por uma situação dessa? Então é legal saber que, com pequenas atitudes, você pode ajudar um animal abandonado a ser adotado ou aquele que está perdido a voltar para o seu próprio lar.

“Mas, como ajudar os animais abandonados?”

Segundo Soraya Simon, presidente da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC), o primeiro passo para ajudar um animal abandonado é acolhê-lo e prestar o atendimento necessário. E, caso não seja possível ficar com o novo hóspede, é preciso divulgar a adoção.

Porém, ela alerta que se o animal é encontrado ferido ou doente é preciso cuidados especiais. “Se o animal é encontrado nesse estado, é possível levá-lo até a SPAC, conversar com a veterinária de plantão e colaborar com o atendimento – se possível – e se não puder, avisar que não tem condições”, pontua a voluntária. Por isso, nesse caso, a dica é procurar a ajuda de um médico veterinário.

Leia também: 3 tecnologias para cuidar do seu pet.

Como a tecnologia pode ser usada nesse caso?

“Na verdade, você usa a tecnologia para divulgar a adoção dos animais resgatados”, explica Soraya, mesmo acreditando que a tecnologia ajuda, mas não resolve. “Tem animais que a gente divulga mais de uma vez e não são adotados (…) Obviamente que isso tem o seu valor, porque toda forma de divulgação é importante“, continua ela.

Para fazer a divulgação na internet, é possível publicar em suas próprias redes sociais a foto do animal encontrado ou perdido, mais informações, localização, e pedir a ajuda para os seus amigos. Existem casos de animais perdidos que conseguem reencontrar os seus donos e ter um final feliz graças a redes sociais como o Facebook.

A divulgação pode ser amplificada em grupos de “achados e perdidos”, comoAnimais Abandonados, Perdidos e Encontrados em Curitiba. O grupo já somava mais de 3.387 membros até a publicação deste conteúdo. Entre as postagens compartilhadas por lá, fotos de animais perdidos e de outros que precisam de ajuda.

Já no Instagram, muitos usuários postam fotos de animais perdidos ou para adoção usando hashtags como #ajudeumanimalderua, #adoteumcão e #adoteumgato.

Pronto para fazer a sua parte? Continue acompanhando as novidades do Blog Conecta.