O mundo superconectado em que vivemos gerou demandas especiais para dar suporte ao crescente consumo e troca de informações.  Muitas delas estão ligadas ao armazenamento de dados e a incorporação de uma estrutura compatível de tecnologia de informação, com a implantação dos data centers, por exemplo.

Entender como funcionam essas questões é fundamental para que a gestão da informação das empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte, tenha eficiência, confiabilidade e escalabilidade em seus serviços.

Data center: armazenamento de informações

Todo o conteúdo produzido e acessado pela empresa é gravado em servidores. São computadores especiais que trabalham ininterruptamente para atender outros computadores. São 24 horas por dia 7 dias por semana trabalhando para a transmissão de informação, gerenciamento de dados, proteção de memória, backup e compartilhamento de arquivos e diretórios, por exemplo.

Estes computadores precisam ser extremamente eficientes para dar conta de uma carga de trabalho mais pesada com maiores necessidades e aplicabilidades. Sendo assim, torna o processamento mais produtivo e as redes de computadores mais seguras.

Para garantir o funcionamento destes servidores é necessário contar com uma infraestrutura específica que suporte à tecnologia da informação: os chamados data centers.

Datas Centers: entenda mais

Os data centers (DCs) podem ser entendidos como locais destinados à centralização de redes e serviços de tecnologia da informação de uma organização. Nesses ambientes são processados e armazenados todos os dados e informações da empresa e instituição.

Possuem elementos importantes que auxiliam neste processo como os próprios servidores. Um data center pode contar com milhares de servidores divididos em racks – estantes robustas que comportam os servidores. Além deles estão presentes em datas centers outros equipamentos técnicos como roteadores, switches e storages.

Tipos de datas centers

Os data centers podem ser próprios ou virtuais. No caso de data center próprio a empresa é responsável pela estruturação de todo a parte técnica e operacional, sendo destinado um espaço da empresa que comporte a instalação destes ambientes e de seus elementos de rede. Além disso, o custo para construir um data center próprio costuma ser elevado.

Já os DCs virtuais, também chamados de data center de nuvem, são conhecidos por sua estrutura propícia e segura que garante o funcionamento e acesso aos serviços de informação e dados digitais da empresa.

Nessa categoria, as empresas terceirizam todo o ambiente físico para fornecedores que oferecem comercialmente o serviço de infraestrutura, manutenção técnica e segurança dos dados. Em outras palavras, a empresa que contrata os serviços acessa os dados pela internet, disponíveis na nuvem que centraliza todas as informações daquele local.

Elementos fundamentais para a infraestrutura de datas centers

Para a instalação de um data center é necessário estudar alguns itens que vão garantir a atividade das máquinas e de todos os equipamentos envolvidos no processo de armazenamento de informações.

1 – Local

O primeiro item é a escolha do local do data center. O ponto de partida é um ambiente amplo e arejado. Isso, por conta da necessidade de ventilação dos equipamentos. Depois, é fundamental observar o fornecimento de energia da estrutura.

2 – Energia e Refrigeração

 Trabalho ininterrupto. Este é um dos conceitos básicos de data centers, o que leva à necessidade de fornecimento de energia constante. Por isso, é fundamental garantir a variedade de fontes – caso uma delas não suporte o fornecimento, a outra atende.

Redes de geradores e no-breaks, por exemplo, garantem a constância de equipamentos que consomem cerca de 3 mil watts por rack em DCs menores. Nos maiores, suportam até 15 mil watts por rack. Isso significa cerca de 75 vezes mais, em comparação à um computador tradicional – que consome cerca de 200 watts.

O consumo de energia também é potencializado pela manutenção da refrigeração destes locais. Devido a geração de calor originado pelos gastos energéticos destes equipamentos o ambiente precisa ser refrigerado constantemente para manter a temperatura na faixa de 25ºC e assim não serem desligados automaticamente, mantendo o fornecimento e processamento dos dados.

3 – Rede

Assim como no sistema elétrico, as empresas de data center precisam de várias fontes de rede – caso haja falha em alguma delas a outra pode suprir o fornecimento.

Isso significa contar com uma complexa estrutura de servidores e equipamentos para a transmissão e recebimento das informações. Aqui, cabos de fibra óptica têm um importante papel para a comunicação das redes dos data centers com o restante da internet.

4 – Segurança

Item fundamental para qualquer data center. Isso, porque as informações e dados contidos nesses locais são confidenciais e fazem parte das operações estratégicas da empresa. Portanto, o acesso deve ser restrito a poucos funcionários – apenas equipe fundamental para a instalação e manutenção das atividades dos espaços.

Além disso, vale a pena investir em sistemas de segurança, alarmes, portas de controle e identificação biométrica.

O destino final dos arquivos da internet

Quer entender melhor como funciona o armazenamento de um Data Center? Veja como exemplo a postagem de fotos ou vídeos em redes sociais como o Facebook. Quando os posts são feitos, acontece a transferência do arquivo do seu computador para a web, o upload. Assim que você disponibiliza esses tipos de arquivos na web, o destino final deles não é a rede social em si, mas, sim, o Data Center.

Você conhece o Data Center da Copel Telecom?

Destinado a grandes, pequenas e médias empresas, operadoras e provedores, oferecemos um Data Center que alia segurança, praticidade e comodidade. Além disso, também disponibilizamos vários benefícios para o ambiente de Tecnologia da Informação (TI) da sua empresa.

Confira os benefícios do nosso Data Center para a sua empresa!

1 – Conectividade

Acesso garantido a redes corporativas e à internet de alta velocidade e disponibilidade.

 

2 – Economia

Logística mais ágil e redução de custos com infraestrutura.

 

3 – Segurança

Muito mais proteção para as telecomunicações da sua empresa.

 

4 – Controle

Você tem acesso total e irrestrito aos seus dados, a qualquer momento.

5 – Flexibilidade

Um leque variado de soluções que podem ser combinadas para atender às necessidades específicas da sua empresa.

6 – Cobertura

Os 399 municípios do estado do Paraná já contam com o que há de mais avançado em tecnologia digital.

 

7 – Fibra Óptica

Com a tecnologia de fibra óptica da Copel Telecom, a qualidade do sinal se mantém desde a origem até o destino. Ou seja, lucro de ponta a ponta para seus negócios.

8 – Tecnologia

Há mais de 40 anos, a Copel é sinônimo de tecnologia e inovação a serviço do desenvolvimento do Paraná, sendo a empresa pública mais admirada pelos paranaenses.

Dica Copel

Aproveite para conhecer a solução Colocation, um serviço de hospedagem física de equipamentos, servidores e aplicações, que possui uma infraestrutura de energia, refrigeração, segurança patrimonial e controle de acesso, além de uma rede de dados totalmente redundante.

Saiba mais sobre o nosso Data Center, ligue: 0800 41 41 81Conheça todos os nossos canais de atendimento e relacionamento!