O impacto da tecnologia no mundo do trabalho

Já se pegou pensando se as novas tecnologias podem substituir pessoas no mercado de trabalho atual? Com tantas inovações e avanços tecnológicos recentes, como a adoção da indústria 4.0, inteligência artificial e internet das coisas, especialistas estão prevendo que alguns empregos podem estar com os dias contados. Será?

Saiba mais sobre as pesquisas e quais são as recomendações de profissionais experientes sobre o tema.

“Meu emprego atual vai continuar existindo no futuro?”

Segundo um estudo da Accenture Research, divulgado em setembro, 25% das vagas ocupadas atualmente têm alto risco de serem afetadas por práticas produtivas mais modernas até 2020.

De acordo com informações do Valor Econômico, os empregos ameaçados são aqueles que contam com tarefas repetitivas. Isso porque podem sofrer os impactos da automação. Alguns exemplos apontados pelo estudo são: indústria, construção e transporte e armazenamento.

A pesquisa afirma que os empregos com alto risco de substituição são aqueles em que os trabalhadores dedicam 75% ou mais do tempo de trabalho desempenhando tarefas que exigem habilidades parecidas com as das máquinas.

O estudo destaca ainda que educação, saúdeserviços comunitários são atividades com menor risco de sofrerem ameaças.

“Então, como posso garantir o meu emprego no futuro?”

A resposta dada pelo estudo é: desenvolvendo novas habilidades. Esse foi, inclusive, um dos temas das palestras do Futurecom 2017, realizado em São Paulo (SP), em outubro. “Não dá para pensar em exercer uma função só a vida toda”, explicou Rodrigo Byrro, managing director da ZRG Partners Brasil, durante o painel “As Novas Competência Profissionais com o Uso de Big Data | Analytics”.

Para Mario Ghio, vice-presidente da Kroton, as empresas precisam de alguém pronto para aprender e que saiba trabalhar em grupo. Não alguém altamente qualificado, porque o conhecimento técnico se atualiza rápido e torna-se obsoleto. “90% das competências exigidas pelos recrutadores são socioemocionais”, afirmou Ghio.

Já para a Simone Lima, gerente de talentos e marca empregadora da OLX, quando um conhecimento técnico específico é atrelado a um profissional, a vida útil dele na empresa é menor. “Procuramos pessoas que foquem em solução e não em problema”, completou ela.

A previsão do diretor de engenharia do Google para 2029

Quer saber uma das apostas mais recentes de Ray Kurzweil, diretor de engenharia do Google, que é reconhecido por acertar 86% de suas previsões relacionadas à tecnologia nos anos 90? Que as máquinas terão a inteligência humana em 2029.

No discurso, ele disse que a inteligência artificial deve transformar os seres humanos em pessoas melhores e mais inteligentes. A previsão aconteceu durante o festival South by Southwest, nos Estados Unidos.

Continue navegando pelos principais temas sobre tecnologia e inovação aqui no Blog Conecta!