A Inteligência artificial é um dos universos mais curiosos da tecnologia. Desde que o termo foi usado pela primeira vez, muitos mitos em volta do assunto se criaram, gerando um fantasioso imaginário sobre o assunto.

O cinema e os videogames também tiveram (e têm) uma grande influência na forma como as pessoas veem a inteligência artificial. Geralmente em contextos catastróficos e apocalípticos, a inteligência artificial é retratada na ficção como uma verdadeira revolução na vida humana.

Não que não seja, mas essa visão deturpada, somada a expectativas surreais sobre o assunto contribuem para a formação de um período temido por empreendedores e profissionais da área da tecnologia: o Winter Artificial Intelligence, ou apenas Winter AI. Literalmente, o Inverno de Inteligência Artificial.

O que é um Winter AI?

Winter AI pode ser entendido como um período em que os investimentos e expectativas acerca do mercado da inteligência artificial se reduzem drasticamente, muitas vezes levando empresas à falência.

Como se forma um Winter AI?

O fato é que, com os excessos de expectativas sobre o assunto e o imaginário inflado gerado pela ficção, os rumores de tecnologias surpreendentemente surreais também crescem no mercado. Ideais como: “as máquinas pensarão como o cérebro humano”, “inteligência artificial acabará com cargos humanos”, “inteligência artificial irá revolucionar o mundo em poucos anos” acabam enchendo investidores e desenvolvedores de euforia. Mas, como dissemos, são ideias. Assim que esses entusiastas percebem que suas expectativas não serão alcançadas, vem a frustração, vêm os cortes e vem o Winter AI. É como diz aquele ditado:

Quanto maior a subida, maior a queda: o primeiro Winter AI

Em julho de 1969, o homem colocou seus pés pela primeira vez na superfície lunar. Além disso, o mundo presenciava um dos maiores embates pelo controle da melhor tecnologia: a Guerra Fria. O cenário perfeito para altíssimas expectativas sobre o assunto. As especulações de que uma revolução digital aconteceria em pouco tempo tomavam conta do globo, e tudo isso culminou naquilo que falamos: altas expectativas, frustração e queda. Em meados da década seguinte, o mundo conhecia o primeiro Winter AI. Sem conseguir as inovações que almejavam, investidores congelaram gastos com inteligência artificial por 7 anos, e até o início da década de 80 o termo foi demonizado.

E os ciclos se repetem

Depois do susto, o mercado entendeu que a euforia e especulação exageradas geram um Winter AI. Alguns se formaram nas décadas posteriores e ficou compreendido que o mundo da inteligência artificial é cíclico. Portanto, sempre fique atento às expectativas mais absurdas, porque elas podem gerar um medo que não é real.

Por que a Inteligência Artificial é sua aliada?

A inteligência artificial já achou seu espaço entre nós. Não é algo do futuro como escreviam os romances da década de 70. O futuro é hoje. Internet das Coisas, Machine Learnning, Realidade Virtual e muitos outros atributos desse meio já estão facilitando a vida de muita gente.

Agora, só basta receber de braços abertos, sem aquele medo de um dia perder o emprego para um Wall-E da vida. Tantas inovações são voltadas somente para melhorar nossas vidas, e com uma internet potente, veloz e estável esse processo fica ainda melhor. Conheça os planos da Copel Telecom e explore tudo o que a inteligência artificial pode oferecer a você.

Fontes:

https://towardsdatascience.com/history-of-the-first-ai-winter-6f8c2186f80b

https://bdtechtalks.com/2018/11/12/artificial-intelligence-winter-history/