Os Defensores e arcos de seus heróis continuam na Netflix (Imagem: Divulgação)

Continuamos com nossa incrível saga acompanhando as principais novidades nos serviços de streaming de vídeo e games – só para ter uma ideia do que em breve vai estar passando por nossas bandas largas. Já falamos sobre o serviço de streaming da DC Comics, chamado DC Universe (e, consequentemente, nova plataforma digital da Warner Bros) e até listamos aqui quais são as principais opções de vídeo disponíveis no mercado brasileiro.

E a Disney?

Bom, imagine que em um futuro bem próximo (previsto para final de 2019) a Disney pretende tirar quase todo o seu conteúdo da Netflix para abastecer um serviço próprio de streaming. Isso significa uma Netflix sem desenhos infantis clássicos, sem longas da Pixar, ou filmes da Marvel e as produções de Star Wars. Isso mesmo.

Bob Iger, CEO da Disney, revelou que o serviço também vai contar com filmes originais inéditos, assim como séries e desenhos exclusivos para a plataforma. Também existe uma possibilidade das primeiras ativações acontecerem fora dos Estados Unidos, aproveitando os mercados de outros países que possuem diferentes acertos de direitos autorais.

Até agora não foi anunciado nenhum valor de assinatura. O único preço fixado pela empresa é de $4,99 para acessar o conteúdo digital da ESPN.