Você já deve ter notado que notícias sobre serviços de streaming nos interessam bastante, né? Desde as novidades que estão vindo aí e que misturam diferentes formatos na mesma plataforma, até gigantes do entretenimento que estão organizando direitinho seu conteúdo para novas assinaturas. E a gente gosta de comparar todos esses serviços para saber qual conteúdo vai passar por nossa banda larga ou não.

Portanto, a notícia do serviço de streaming do Walmart foi bem surpreendente, mas não inesperada.  Em 2010 a rede de mercados comprou o Vudu, terceiro maior serviço de Video On Demand nos Estados Unidos (perdendo apenas para o iTunes da Apple e a Amazon Video). Desde o começo do ano estão sendo publicadas notícias sobre a repaginada que o serviço está ganhando, assim como sua data de lançamento, estimada para o quarto trimestre de 2018.

Essa semana a história ganhou novamente destaque na mídia especializada com o anúncio da parceria do Walmart com o estúdio MGM, planejando a criação de uma série exclusiva para a plataforma. Mas a empresa já deixou claro que esse é só um movimento inicial de posicionamento no mercado. Em entrevista ao site da revista Variety, o VP de Produtos da Vudu revelou que “nós não vamos ser um estúdio. Não vamos ter 300 ou 400 programas originais”, concluiu.

Se levarmos em consideração como é a oferta de DVDs nas prateleiras dos mercados, não é nenhuma surpresa essa migração do varejo para meios digitais. Quem será o próximo?