A falta de perspectivas concretas durante os anos de 2020 e 2021 tem propiciado momentos de tensão, ansiedade e angústia em todos que tiveram suas vidas modificadas pelo vírus da COVID-19. Ainda mais com a necessidade de seguir os protocolos e medidas de segurança da OMS, que colocam o isolamento como uma das melhores maneiras de evitar o micróbio. 

Dessa forma, é preciso manter a sanidade mental de diferentes formas dentro de casa. Muitas pessoas iniciaram novos hábitos ou adaptaram os antigos, criando meios e saídas para lidar com a situação atual. Sem dúvida, uma ótima prática a ser incluída em qualquer rotina é a leitura: ela é eficaz para a memória, aumenta o vocabulário e, ainda, permite que o leitor visite diferentes mundos, tendo entretenimento garantido.

Uma das categorias que pode agregar muito conhecimento e possibilidade de conhecer a si mesmo melhor, é a de autoajuda. Apesar de sofrer muito preconceito, acredita-se que muitos livros desse ramo podem mudar a vida daquele que o lê, se o mesmo estiver disposto a colocar o conhecimento teórico adquirido em prática. 

Assim, a Copel Telecom separou uma lista de livros imperdíveis para você que deseja se aventurar nas águas do autoconhecimento. Confira os livros e suas respectivas sinopses!

  1. O poder do hábito 

Escrito por Charles Duhigg

“Durante os últimos dois anos, uma jovem transformou quase todos os aspectos de sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Em um laboratório, neurologistas descobriram que os padrões dentro do cérebro dela mudaram de maneira fundamental. Publicitários da Procter & Gamble observaram vídeos de pessoas fazendo a cama. Tentavam desesperadamente descobrir como vender um novo produto chamado Febreze, que estava prestes a se tornar um dos maiores fracassos na história da empresa. De repente, um deles detecta um padrão quase imperceptível – e, com uma sutil mudança na campanha publicitária, Febreze começa a vender um bilhão de dólares por ano.

Um diretor executivo pouco conhecido assume uma das maiores empresas norte-americanas. Seu primeiro passo é atacar um único padrão entre os funcionários – a maneira como lidam com a segurança no ambiente de trabalho -, e logo, a empresa começa a ter o melhor desempenho no índice Dow Jones. O que todas essas pessoas têm em comum? Conseguiram ter sucesso focando em padrões que moldam cada aspecto de nossas vidas. Tiveram êxito transformando hábitos. Com perspicácia e habilidade, Charles Duhigg apresenta um novo entendimento da natureza humana e seu potencial para a transformação”.

  1. O milagre da manhã

Escrito por Hal Elrod

“E se você acordasse amanhã e percebesse que tem o poder de modificar qualquer área da sua vida?Acordando todo dia e praticando o desafio de transformação de vida de trinta dias de O milagre da manhã, você começará cada dia com níveis extraordinários de disciplina (a capacidade crucial para fazer com que você cumpra seus compromissos), clareza (o poder que você vai gerar se concentrando no que é mais importante) e desenvolvimento pessoal (talvez, o único fator determinante mais significativo para seu sucesso). Portanto, nos próximos trinta dias você se verá rapidamente se tornando a pessoa que precisa ser para criar os níveis extraordinários de sucesso pessoal, profissional e financeiro que realmente deseja.Você está pronto?”.

  1. A coragem de ser imperfeito

Escrito por Brené Brown 

“Viver é experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente. Mas isso não precisa ser ruim. Como mostra Brené Brown, a vulnerabilidade não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem.

Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso acabam se frustrando e se distanciando das experiências marcantes que dão significado à vida.

Por outro lado, as que se expõem e se abrem para coisas novas são mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de inveja. É preciso lidar com os dois lados da moeda para se ter uma vida plena. Em sua pesquisa pioneira sobre vulnerabilidade, Brené Brown concluiu que fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra a vergonha de nos expor e a sensação de não sermos bons o bastante, e que existem estratégias eficazes para serem usadas nesse “desarmamento”.

Neste livro, ela apresenta suas descobertas e estratégias bem-sucedidas, toca em feridas delicadas e provoca grandes insights, desafiando-nos a mudar a maneira como vivemos e nos relacionamos.”

  1. Felicidade: Modos de usar

Escrito por Mario Sergio Cortella, Leandro Karnal e Luiz Felipe Pondé

“Um bate-papo entre três pensadores pop sobre um assunto que interessa a todo mundo: como ser feliz, o livro é resultado do debate entre Cortella, Karnal e Pondé em comemoração aos 15 anos da Editora Planeta no Brasil, realizado em maio de 2018. Durante uma hora e meia, os três discutiram o que é felicidade, o que ela significa, que caminhos podem nos levar a sermos pessoas mais felizes. Como sempre fazem, citaram outros filósofos e pensadores, deram exemplos pessoais e terminaram mostrando que ser feliz é possível – não o tempo todo, mas é possível para todos”.

  1. As Cinco Linguagens do Amor

Escrito por Gary Chapman

“As diferenças gritantes no jeito de ser e de agir de homens e mulheres já não são novidade há tempos. O que continua sendo um dilema é como fazer dar certo uma relação entre duas pessoas que às vezes parecem ter vindo de planetas distintos. Compreender essas diferenças é parte da solução e é nisso que Gary Chapman vai ajudar você.”