Geladeira, fogão e até máquina de lavar estão na lista. O futuro não é exatamente como os Jetsons previram, mas está bem próximo de ser. E muitas coisas, inclusive, já existem! Como exemplo, as chamadas de vídeo. Nos anos 1960, elas pareciam inviáveis. Hoje já são parte da nossa rotina.

O que mais parecia distante eram os robôs que limpam a casa. Eles ainda não existem, mas os eletrodomésticos inteligentes cumprem o proposto: uma máquina realizando tarefas domésticas sem grandes intervenções humanas.

A Alexa é o exemplo básico. Entre suas funções convencionais estão dar informações sobre o trânsito e o tempo, configurar alarmes e executar playlists. 

Ela pode ser conectada a outros eletrodomésticos inteligentes, como os aspiradores. Além da limpeza do chão, eles mapeiam os ambientes e sabem exatamente o que foi limpo e para onde precisam ir. Ah, se a bateria acabar, o aspirador recarrega automaticamente e segue a limpeza do ponto que parou.

O terceiro objeto que te apresentamos é o fogão. A versão inteligente do eletrodoméstico recebe informações sobre receitas e prepara o passo a passo sem grandes intervenções humanas. O sonho de quem não é muito fã de cozinhar, né?