Com a pandemia que acometeu o mundo em 2020 o mercado de trabalho sofreu mudanças. Além da maior procura, por parte de empregadores e de empregados, por vagas em regime de home office, muitas profissões ganharam maior atenção. De acordo com estudo feito pelo LinkedIn, o destaque vai para as áreas de saúde e tecnologia.

1. Médicos Especializados

Com o pânico que acometeu o sistema de saúde brasileiro, muitas das vagas no setor foram preenchidas por enfermeiros generalistas, o que mostra uma carência de profissionais especializados na área.

Cargos: enfermeiro de terapia intensiva, de saúde pública e de pronto-socorro; clínico geral; fisioterapeuta; farmacêutico; médico; especialista clínico.

2. Cargos em Tecnologia

O setor que já vinha se aquecendo com o passar dos anos explodiu com a pandemia de 2020. A necessidade das empresas de se adaptarem rapidamente ao digital trouxe um aumento exorbitante na busca por profissionais do setor.

Cargos: engenheiro de software; desenvolvedor de back-end, de front-end e de jogos; consultor de design de produto; designer de interface do usuário; desenvolvedor de web; analista de segurança cibernética.

3. Farmacêuticos e Pesquisadores

Os investimentos feitos em busca da vacina contra o coronavírus em 2020 certamente irão refletir na busca de profissionais no ano de 2021. Portanto, profissionais especializados na área farmacêutica e de pesquisa continuarão sendo altamente requisitados.

Cargo: técnico em medicina; cientista de laboratório médico; assistente de laboratório.

4. Cargos em vendas e desenvolvimento de negócios

Como mencionado anteriormente, a pandemia trouxe a necessidade de as empresas se adaptarem rapidamente a um novo mundo, o digital. Para muitos, essa nova realidade trouxe desafios, principalmente no setor de vendas, o que alavancou a procura por esses profissionais.

Cargos: especialista em vendas; gerente de vendas; assistente operacional de vendas.

5. Especialistas em e-commerce

Novamente, como consequência do salto dado na busca por desenvolvimento e criação de e-commerces, a busca por especialistas da área é um claro reflexo da pandemia. A necessidade de prover uma boa experiência de compra para o consumidor por meio das vendas onlines escancarou a necessidade de profissionais para isso.

Cargos: diretor de cadeia de suprimentos; técnico em logística; analista de estoque e de e-commerce; operário de estoque; gerente de e-commerce.

6. Autônomos de conteúdo digital

Com a necessidade de isolamento social e o aumento do tempo que as pessoas passavam em casa, o consumo de conteúdo nas redes sociais decolou. Em razão da grande quantidade de redes e formatos disponíveis atualmente, muitas empresas passaram a buscar auxílio para a criação de conteúdo de qualidade.

Cargos: podcaster; youtuber; coordenador de conteúdo; editor de vídeo.

7. Especialistas em marketing digital

Ainda devido ao aumento no consumo de conteúdo, a busca por especialistas em marketing digital sofreu um aumento considerável no último ano. Muitas empresas que não eram adeptas ao ambiente digital passaram a buscar desesperadamente profissionais que pudessem auxiliar na transição.

Cargos: gerente de mídias sociais; especialista em estratégias de posicionamento; consultor de marketing digital; produtor de conteúdo; redator para experiência do usuário.

8. Profissionais de finanças

Com todo o caos que se tornou a economia ao redor do mundo passou a ser essencial saber lidar com questões financeiras, área relativamente nova para muitos brasileiros. Assim como houve um aumento no número de pessoas operando na bolsa, houve também um crescimento na busca por profissionais especializados.

Cargos: diretor financeiro; corretor de ações; consultor de serviços financeiros; contador; supervisor de contas a receber; bancário.

Para estudar e se profissionalizar é preciso ter uma internet rápida e de qualidade, não é? Por isso, conheça os planos da Copel Telecom e encontre o modelo ideal para você.