Um estudo feito pela empresa de recrutamento PageGroup apontou as profissões que estarão em alta em 2020. No mercado de Tecnologia da Informação (TI), as três profissões com maior demanda são Data Protection Officer (DPO), gerente de programa com foco em Automação Robótica de Processos e engenheiro de software. Vamos falar mais sobre essas profissões no texto de hoje. Confira:

 

  • DPO (Data Protection Officer)

 

O profissional DPO é responsável pela proteção de dados, ou seja, é ele que administra e avalia todos os dados da empresa. Essa profissão está em alta neste ano porque, a partir de agosto de 2020, entra em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), sancionada em 2018. A LGPD regulamenta dados pessoais de clientes, seja de empresa pública ou privada. Ou seja, todas as empresas que detém informações dos clientes como e-mail e nome, precisam seguir as normas da nova lei. Por isso, o dpo é uma das profissões em alta para este ano. 

Para trabalhar neste cargo, é preciso, segundo estudo da PageGroup, se comunicar bem, pois o profissional será o interlocutor com o órgão que fiscalizará os dados. Também é necessário entender de segurança da informação, tecnologia da informação e cyber segurança, além de saber como funciona a LGPD. E olha só, o salário para o profissional dessa área varia de 20 a 30 mil reais por mês. 

 

 

  • Gerente de programa (Automação Robótica de Processos)

 

De acordo com a Forrester, até 2021 os robôs conseguirão realizar o trabalho de 4,3 milhões de humanos. Nesse cenário de Indústria 4.0, muitas profissões vão acabar. No entanto, outras surgirão. Inclusive, é necessário que humanos automatizem e gerenciem os robôs. O gerente de programa, com foco em Automação Robótica de Processos é uma das profissões em alta para 2020. O profissional será responsável por conduzir projetos de automação e definir desde a arquitetura do projeto até as tecnologias que serão utilizadas. 

O que um profissional precisa para trabalhar na área:

  • Formação com foco em tecnologia da informação 
  • É preciso ter experiência técnica e dominar ferramentas de transformação digital

Além de trabalhar numa área que conecta a todos, desenvolve novas tecnologias e está no cenário de transformação digital, o profissional desta área recebe um salário que varia de 19 a 25 mil reais por mês. 

  1. Engenheiro de software

Você sabe quanto ganha um engenheiro de software? O salário desses profissionais gira em torno de 12 a 15 mil reais por mês. Eles são responsáveis por desenvolver softwares e aplicativos e pensar desde a arquitetura do produto até a linguagem de programação. O mundo está passando por uma transformação digital, ou seja: tudo está sendo automatizado. Por isso, engenheiro de software está em alta.

O que é preciso para conquistar espaço  no mercado de trabalho

Em muitos casos, não é preciso que o profissional faça uma segunda graduação. No entanto, é fundamental ter especializações nas áreas que estão em alta. Existem inúmeros cursos e MBA voltados para esses segmentos e quem aproveita a oportunidade para estudar, fica à frente de quem preferiu deixar para depois. 

Para estudar é preciso ter uma internet rápida e de qualidade, não é? Afinal, você não quer ficar que o vídeo trave bem na metade! Por isso, conheça os planos da Copel Telecom e encontre o modelo ideal para você. Clique aqui.