As smart TVs invadiram as casas nos últimos anos, mas ainda não são uma realidade para a maioria das pessoas. Para isso – e mesmo antes no sucesso das televisões super tecnológicas – o Chromecast se tornou um adereço indispensável para quem deseja espelhar conteúdos da TV.

Além do Google, várias marcas desenvolveram seus próprios modelos de media center, como a Xiaomi e a Amazon. Esta, inclusive, é a responsável pelo Fire TV, que a cada nova versão lançada se torna ainda mais um objeto de desejo. 

Fire TV Stick Lite vale a pena mesmo?

Considerado uma das melhores opções deste modelo de gadget desenvolvido pela Amazon, o Fire TV Stick Lite conta com inúmeros benefícios, mas também apresenta pontos negativos que podem não ser tão interessantes para alguns consumidores.

Um dos maiores destaques do aparelho é a Alexa que já está integrada. Por meio de um microfone acoplado ao controle, é possível acionar a assistente virtual para que ela realize alguns comandos sem que você precise digitar a ação. Além disso, a ferramenta também permite aquelas conversas cotidianas com a Alexa que fazem sucesso entre os usuários, como diálogos sobre o tempo.

Como já mencionamos, o Fire TV Stick Lite conta com um controle remoto próprio com sistema baseado no Android. Assim, não é preciso estar sempre com um celular em mãos na hora de escolher o que vai transmitir na TV, como acontece no rival Chromecast. Deste modo, o controle permite que ações como play e pause e navegação pelos menus aconteçam de forma mais ágil. E mais: o acessório ainda conta com um atalho para abrir um guia semelhante aos de TV por assinatura, que reúne os conteúdos disponíveis em uma única interface.

Por fim, o Fire TV Stick Lite pode ser uma alternativa mais em conta do que os seus principais concorrentes. Além disso, o sistema não costuma apresentar problemas no seu desempenho, já que se mostra ser mais ágil e leve. Demais, né?

Nem tudo são flores…

Toda tecnologia pode trazer inúmeros benefícios, mas não são totalmente perfeitas, né? E com o Fire TV Stick Lite não seria diferente.

Mesmo com a facilidade oferecida pelo controle remoto, ele conta com algumas limitações. O aparelho não conta com botões de liga/desliga nem o de volume. Por mais que pareça uma questão mínima, na rotina acaba incomodando, já que é preciso estar com o controle da TV sempre por perto ou controlar por meio dos aplicativos. Quem deseja realizar estes comandos por meio da voz, consegue desde que tenha uma caixa de som inteligente aliada.

Outro ponto que incomoda os usuários é a dificuldade com o espelhamento de tela. Como todos os modelos da Amazon, o Fire TV Stick Lite só permite a funcionalidade por meio do Miracast, que não é compatível com todos os dispositivos. Outro ponto frágil do Miracast é a navegabilidade, que não é tão intuitiva como a dos concorrentes.

Por último, a opção de aplicativos oferecidos pelo gadget não é das melhores. É claro que o aparelho da Amazon não se limita ao Prime Video, mas algumas opções queridinhas ficam de fora. Entre os aplicativos que não são encontrados no Fire TV Stick Lite estão o GloboPlay e o HBO Go.

E aí? O Fire TV é uma boa opção ou você é do time Chromecast? Independente da sua escolha, aproveite os planos de banda larga da Copel Telecom para que a sua diversão nunca trave por conta da conexão!