Tradição nos Estados Unidos, a celebração do Dia de Ação de Graças tem um acompanhante especial: a Black Friday.

Mesmo que outros países não tenham adotado o costume da festa, o dia voltado às compras conquistou a população mundial – e os brasileiros não ficam de fora! 

Uma ótima oportunidade para compras em um período próximo ao Natal, a Black Friday acontece durante uma sexta-feira do mês de novembro e reúne inúmeras lojas dos mais diversos segmentos que oferecem benefícios para os clientes.

Como surgiu a Black Friday

O feriado do Dia de Ação de Graças sempre é comemorado na quinta-feira da quarta semana do mês de novembro e a Black Friday sempre acontece no dia seguinte. Em 2020, a melhor data para compras acontece no dia 27 de novembro, uma sexta-feira, é claro. 

A Black Friday surgiu entre as décados de 1980 e 1990 como uma forma de iniciar o período de vendas de final de ano. A ação atingiu o seu propósito de forma massiva, já que os americanos costumam formam filas enormes nas portas das lojas para aproveitar os descontos. Como se não bastasse, a data ganhou uma nova acompanhante: a Cyber Monday. Realizada na primeira segunda-feira após o feriado, ela busca impulsionar as vendas online e produtos eletrônicos.

No Brasil, algumas lojas usam novembro inteiro para fazer ações promocionais, mesmo com a data oficial acontecendo apenas no final do mês. Afinal, a data foi consolidada no calendário de vendas e costuma reunir variações de preço muito mais interessantes do que em qualquer outra época do ano. O costume da Black Friday começou a fazer sucesso por aqui em 2010, principalmente no e-commerce. Nos últimos anos, as lojas físicas começaram a seguir os passos das onlines e apostaram no período de descontos para alavancar as vendas. 

O sucesso é tanto que, no último ano, as compras por aplicativo feitas por brasileiros superaram os números da Black Friday Americana.

Black Fraude?

A Black Friday varia conforme cada varejista. Alguns oferecem descontos enormes e outros apostam apenas no discurso, já que as condições acabam sendo mínimas. Isso gera inúmeras dúvidas e desconfianças nos consumidores. Afinal, será que vale a pena mesmo comprar durante a Black Friday?

Hoje, ela se tornou uma das datas de maior volume de vendas. Segundo um estudo de tendência do Google, a Black Friday gerou um faturamento de R$3,2 bilhões em 2019.

Com um cenário imprevisível devido ao cenário de Covid-19, as compras online acabam sendo a melhor opção para quem quer aproveitar a data.

A dica é sempre pesquisar com antecedência o que deseja comprar e não comprar por impulso. Como existem casos de lojas que aumentam os preços dos produtos antes da Black Friday, é preciso de atenção. Para facilitar, algumas fundações de defesa ao consumidor costumam monitorar ainda mais os preços nesta época do ano. Deste modo, outra dica importante é usar sites como o Buscapé e o Zoom para monitorar a evolução dos preços. Por fim, caso opte pelas compras online, não esqueça de verificar a confiabilidade do site, já que muitos portais falsos surgem neste período.

Mesmo com muito não acreditando nos descontos oferecidos pela Black Friday, ela se tornou uma verdadeira sensação e é um evento bastante aguardado. Para acompanhar a movimentação das lojas e não perder os melhores descontos oferecidos online, garanta o melhor serviço de fibra óptica do Paraná e garanta a banda larga da Copel Telecom!