O dia tão esperado pelos apaixonados por jogos eletrônicos chegou. Após 7 anos desde o lançamento do seu antecessor, na última quinta-feira (11 de junho) foi anunciado o Playstation 5. A quinta geração do fenômeno da Sony promete revolucionar a experiência gamer com suas inovações de hardware. Ao que tudo indica, essa promessa não é em vão.

Mas a revolução começa antes disso: o design do console já virou motivo de memes e discussões na web. Uns criticam o projeto e comparam-no com um roteador Wi-Fi, outros dizem ser o mais bonito até então. Preferimos deixar que você julgue com seus próprios olhos.

Agora, vamos ao que importa! Como são bastantes novidades e muitos detalhes, separamos em tópicos os principais fatos e curiosidades sobre o PS5, pra que fique mais fácil acompanhar.

Lançamento

Ao contrário do esperado, não houve alteração ou adiamento algum do lançamento do console. É previsto que as primeiras unidades estejam disponíveis ainda em 2020, perto do natal – novembro ou dezembro.

Nenhuma data foi definida pela Sony ainda, mas a gigante japonesa indicou que não pretende esperar até 2021. Até então, isso é o que sabemos sobre o lançamento, mas, conforme o avanço da pandemia, atualizações são esperadas.

Novo Controle

O DualSense traz um novo sentido aos jogadores — Foto: Divulgação/Sony
O DualSense traz um novo sentido aos jogadores — Foto: Divulgação/Sony

As inovações da nova geração começam já nos controles: desde o PS1 conhecemos os DualShocks, que duraram até o último console. Agora, foi revelado o novo DualSense. Segundo o Vice-presidente Sênior da Sony Interactive Entertainment, Hideaki Nishino: 

“Os recursos do DualSense, unidos ao Tempest 3D AudioTech [nova tecnologia de áudio 3D do PS5], entregarão um novo sentimento de imersão aos jogadores”.

A premissa por trás do desenvolvimento do novo controle era compreender os acertos nas novidades que o DualShock havia trazido, como botão Share e o Touchpad, e usá-los como referências para as novas funcionalidades.

Os desenvolvedores decidiram, portanto, manter tudo aquilo que o público tanto gostam do DualShock 4, mas redefinir o design e adicionar novas funções. Através de uma publicação no blog da Playstation, o time conta que percebeu uma oportunidade de investir em inovações sensíveis ao toque, onde não se via mudanças há muito tempo.

Além de apostarem em um feedback mais dinâmico na vibração, como replicar a textura de pneus no asfalto, agora os gatilhos traseiros (R2 e L2) agora tem resposta adaptável, ou seja, podem ficar mais “pesados” ou mais “leves” dependendo do que acontece nos games.

Algumas das preocupações durante o processo foram não prejudicar a duração da bateria recarregável e o peso do controle. Mas, segundo a própria equipe da Sony, alcançaram o resultado esperado e não tiveram problemas nesses quesitos.

Outra novidade é a presença de um microfone integrado no controle para momentos em que seja necessário conversar com outras pessoas e o usuário não tenha um headset disponível. Apesar disso, ainda recomendam a utilização de equipamento adequado para interações mais longas.

Hardware

O novo console da Sony foi projetado para entregar um hardware exótico e topo de gama, com um forte foco em levar para um novo nível a experiência gaming. Mas, ao mesmo tempo, o design abraça éticas amigáveis dos criadores, algo que teve imenso sucesso na PS4. A ideia é que os programadores confortáveis com o console atual possam começar a lidar facilmente com o PS5 e acostumem-se facilmente às novas funcionalidades CPU, GPU e de armazenamento.

Outro destaque do hardware é o seu SSD, que promete carregar instantaneamente os games, sem a necessidade das loading screens que conhecemos hoje. O novo dispositivo de armazenamento consegue carregar 2GB de dados num quarto de segundo. Em teoria, de acordo com o Digital Foundry, os 16 GB de RAM do PS5 podem ser carregados em apenas 2 segundos graças ao disco SSD extremamente rápido do videogame. Este desempenho só é possível porque o SSD está “casado” com o processador principal do console através de uma interface de 12 canais. Deste modo, o SSD entrega 5.5 GB/s de desempenho com um total 825 GB de armazenamento.

Se você tem conhecimento de engenharia de computação já percebeu a potência do PS5. E pra você que não entende muito sobre o assunto, pode ficar tranquilo que o novo projeto é assustadoramente mais avançado do que o seu antecessor.

Retrocompatibilidade

A Sony também abordou recentemente um tema importantíssimo para os jogadores de PS4: a retrocompatibilidade. No blog, afirmou que estão trabalhando para que os jogos da geração atual rodem no novo console sem problemas. Inclusive, estão concentrando esforços para que funcionem melhor do que no sistema antigo. Não foi confirmada a presença de todo o catálogo do PS4, mas está garantido que pelo menos a maior parte – incluindo os títulos principais – estará disponível.

Preço

Pedimos desculpas pela quebra de expectativa, mas ainda não se sabe o valor do Playstation 5 na sua estreia. Há especulações circulando pela internet de que o console chegará às lojas pelo equivalente a US$499. No entanto, ainda não há confirmação alguma por parte da Sony.