O e-Título oferece um acesso fácil e rápido aos dados eleitorais

Com as eleições municipais chegando, muitos se perguntam: onde está o meu título de eleitor? Por não ser usado regularmente, o documento acaba sendo perdido ou guardado em um local que acaba sendo esquecido nos dois anos em que fica parado. E é aí que entra o título de eleitor online.

Para tornar o processo eleitoral mais fácil e prático, a Justiça Eleitoral desenvolveu o título de eleitor online, que pode ser usado nas eleições que se aproximam.

Como funciona o título de eleitor online

Conhecido como e-Título, a versão digital do documento é um aplicativo disponível para iOS e Android. A via digital permite um acesso rápido às informações eleitorais, como o título de eleitor, a situação eleitoral, o local de votação e até mesmo emitir guias para pagamentos de débitos com a Justiça Eleitoral.

Além disso, o título de eleitor online é mais inclusivo, já que a versão de 2020 traz acessibilidade para os deficientes visuais. As últimas atualizações no aplicativo também permitem que o usuário se cadastre como mesário voluntário.

A versão digital é válida para quem já tirou a primeira via do documento. Sendo assim, ela é a opção ideal para quem não encontra o título original ou prefere ter os documentos sempre na palma da mão.

Para os esquecidos de plantão, outra facilidade do aplicativo é que o usuário não precisa lembrar do número do título, já que a via digital pode ser acessada pelo CPF.

Porém é importante lembrar: quem não tem a biometria cadastrada precisa utilizar o e-Título junto com outro documento original com foto.

Outros documentos virtuais

Com o avanço do mundo digital, até mesmo os setores mais burocráticos decidiram se lançar no mundo digital. Além do e-Título, o brasileiro consegue ter os documentos mais necessários no celular. 

A CNH Digital é um dos documentos mais procurados. Para cadastrar, é preciso ter a última versão do documento, que conta com um QR code. Com este código, é possível escanear as informações direto para o aplicativo Carteira Digital de Trânsito, disponível para Android e iOS.

Para manter a segurança dos dados, é preciso fazer uma “prova de vida”. Ela é feita em dois passos: por uma biometria facial feita diretamente pela câmera do smartphone e por meio do número de celular, que deve ser informado no app.

Quem já tem a CNH, também pode emitir o CPF Digital RFB. O aplicativo também usa a biometria e a prova de vida para liberar os dados, que ficam disponíveis com um QR Code que legitima o documento.

A Carteira de Trabalho e Previdência Social também tem uma versão digital. Disponível desde 2017, o aplicativo reúne desde o número do PIS até contratos de trabalho. Ela é emitida automaticamente para todos os cidadãos com CPF e pode ser habilitada no app ou no site Emprega Brasil.

Em São Paulo, o RG Digital SP já está em funcionamento, podendo ser acessado via biometria facial.

O DNI (Documento de Identificação Digital) é um aplicativo que busca reunir CPF, Certidão de nascimento e Título de Eleitor em uma só lugar. Para solicitar, é preciso cadastrar a biometria na Justiça Eleitoral, solicitar o DNI digital no aplicativo e validar as informações pessoalmente em um dos postos de atendimento indicados via app. Vale lembrar que o DNI ainda não está disponível para download. A previsão é que em 2021 já seja possível utilizar o documento.

Que tal aproveitar os 300MB de velocidade da Copel por R$149,90 e garantir as versões digitais dos seus documentos? Já adiantamos que algumas dores de cabeça podem ser evitadas.